Tabaré mantém série invicta

Equipe periodista derrotou o Correio do Povo por 10 a 4 e sua série invicta já soma duas partidas.

Imagem

De nada adiantou a rodinha abençoada feita pela equipe da Caldas Júnior antes do início da partida. Entrando em campo cheio de novidades e desfalques, escrete do Deportivo Tabaré Fútbol y Periodismo venceu com categóricos 6 gols de vantagem, para alegria de seus adeptos.

A equipe não contou com duas de suas principais estrelas: Gabriel “Etcha” Jacobsen -galã da equipe, as fãs invariavelmente o rodeiam após as partidas -, que diz que foi ou iria trabalhar cedo, mas a versão oficial é de que ‘deu migué’; e Pepe Martini, que está emprestado para alguns estudantes de La Plata e só retorna no meio da temporada. Por outro lado a partida marcou a aguardada estréia de Marcus ‘Pereirão’ Meneghetti e Alexandre ‘Judeu’ Kumpinski.

O jogo teve amplo domínio dos jornaleiros sobre os jornalistas, com uma rápida vantagem conseguida logo nos primeiros minutos de partida. Aos poucos, o time cansou e deu abertura para o futebol do Correio do Povo diminuir a vantagem. No final com grande empenho de ‘Crouch’ dal Sasso, que chamou para si a responsabilidade no momento ruim, a equipe voltou a se concentrar. Conforme disse o volante Marcus após a partida “O importante foram os três pontos e a equipe vai superar os erros aí que o professor vai nos passar ao longo da semana.”

 

NOTAS E ATUAÇÕES DOS JOGADORES DO ESCRETE DO DEPORTIVO TABARÉ DE FÚTBOL Y PERIODISMO

17- Chico ‘Chicote’ Guazzelli (c) – 9 – Impressionante o que esse espetacular ser humano melhorou desde a última partida, os gols tomados foram erros da equipe (dos outros jogadores!!!) e em nada diminuíram a atuação do jogador. A estrela colocou duas bolas no travessão adversário, uma delas foi um pênalti em que quase marcou um belo gol contra, que caso acontecesse ele garantiria ter sido de propósito!

5 – Alexandre ‘Judeu, mas só por parte de pai que não vale’ Kumpinski – 9,3 – Ótima atuação.  O jogador foi contratado por empréstimo do Esporte Clube Apanhador Só (próximo adversário do Tabaré) e teve ótimo desempenho como fixo da equipe sendo muito contundente em desarmes e interceptações. Valente, algumas vezes não se recusou a apanhar só em campo, enquanto alguns canelas-fracas do time tiravam o pé. Marcou dois belos gols. Dirigentes do clube confessaram após a partida que estão pressionando para convencer empresários locais a adquirir o seu passe em definitivo. Com espírito de equipe, levou um galão de água muito útil aos atletas.

3- Matheus ‘Náufrago’ Chaparini – 9,2 – Como diria meu pai: ‘Um colosso!’.

10 – Iván ‘ Farfán’ – 10 – O craque do time. Marcou três gols e adquiriu privilégios como caronas, não pagar a cerveja, o fumo, não ser substituído em hipótese alguma e o direito a usar rabinho. Driblou todo mundo inclusive ele mesmo em várias oportunidades. O peruano demonstrou não ficar abaixo do investimento para trazê-lo, que foi zero.

9 – Guilherme ‘Crouch’ dal Sasso – 9,4 – Centroavante não joga bem, faz gol. Fez dois. Demonstrou vitalidade e valentia ao puxar o time no seu pior momento na partida marcando dois gols e ampliando a vantagem que chegou a ser de apenas 1 gol.

7- Marcus ‘Pereirão’ Meneghetti – 8,9 – Chegou ao local. Marcou um gol, que achamos ter sido um gol. O consenso na hora foi de anotar o tento para os periodistas. Cansou diversas vezes, em outras descansou no banco de reservas.

 

A partida, entretanto, não foi de pura alegria para os torcedores da equipe vencedora. Em certo momento do jogo os ânimos se exaltaram principalmente entre Chico e Dal Sasso, que chegaram a trocar farpas durante o jogo. O último, que jogou com um penteado inspirado em Ibrahimovic, demonstrou ter atingido um estágio de confiança excessiva e passou a ter chiliques em campo, talvez para combinar com o seu visual ‘despojado’. Fontes declararam que o desentendimento se estendeu fora do campo, com Kumpinski tentando apartar a discussão às portas do vestiário, o que gerou mal estar entre os jogadores.

No entanto a perspectiva é boa para a equipe, já que além do bom entrosamento, que deve continuar em ascensão, o time finalmente poderá contar dentro da próxima semana com o reforço aguardado do famigerado ‘Martinuccio’ Piccininni e suas chuteiras cor- de- rosa desenvolvidas por designs de grande importância na alta sociedade paulistana.