Um pavilhão de luto

Faleceu nesta terça-feira aos 77 anos, Airton Ferreira da Silva, o Pavilhão. Para muitos o maior jogador da história do Grêmio Football Porto-Alegrense e um dos melhores zagueiros do futebol brasileiro.

Imagem

Foto: Gabriel Jacobsen®

Airton viveu a época mágica do futebol brasileiro, entre os anos 50 e 60 , duelou e jogou com Pelé, Garricha e Didi, entre outros tantos. Jogou no Santos de Pelé, fez história no Grêmio e atuou pela Seleção Brasileira, onde foi campeão Pan-americano de 56, numa época em que gaúchos raramente eram convocados.

Pavilhão concedeu entrevista ao Tabaré na edição 5 (disponível na íntegra aqui no site) nos recebendo em sua casa com vista para o estádio Olímpico, perna imobilizada e a história em seu olhar.  Em uma homenagem a este que foi um dos maiores esportistas e a todos que aprenderam a admirá-lo e contemplá-lo, colocamos algumas respostas da longa entrevista concedida por Airton aos repórteres Chico Guazzelli e Gabriel Jacobsen.